TIRANDO O MOFO: MADONNA – MUSIC [2000]

Sim meus caros leitores, “Music” está completando este ano 10 anos de existência, precisamente dia 26 de Setembro de 2000. Conceituado por alguns de alternativo, experimental, eletrônico, e inovador, entre outras classificações. Em suma um álbum fantástico, e que teve uma certificação Multi-platina. Vendendo 14 milhões (+).

É… há 10 anos atrás eu loucamente estava mega ansioso por esse álbum, e não me contentava com um trecho de cerca de 1 minutos da canção vazada pelo bombástico na época Napster, o programinha polêmico de compartilhamento aberto na rede de arquivo, que vitimou artistas como Madonna e Metalica, ambos ficaram furiosos por terem músicas suas vazadas na web através do programa antes do lançamento.

Com Madonna foi ainda mais curioso, porque a canção vazadas era um trecho não finalizado de “Music”, o que fez com que a artistas antecipasse o lançamento do álbum.

E toda essa polêmica em volta, ajudaram nas vendas do álbum, eu na época, fazia o 1ª colegial, e assim que o álbum chegou na minha cidade, paguei um valor, altíssimo, não importava, pois para fã essas coisas não tinham preço. A felicidade de ter um lançamento na mão era mais radiante.

Pois bem, eu cheguei em casa, e coloquei o cd no último volume, e de cara já me impressionava com o groove do disco, com as batidas pra lá de sofisticadas. Analisando faixa a faixa:

MUSIC: Me levava direto a uma pista de dance music com gente dançando freneticamente, e fazendo passinhos, as batidas rasgadas da música, Madonna cantando no ritmo e umas paradinhas de enlouquecer completavam a canção. “Music” foi o primeiro single do álbum.

IMPRESSIVE INSTANT: Me levava a um planeta desconhecido, uma explosão de flash’s, muitos efeitos eletrônicos na voz de Madonna, dava sensação de ter mais de uma Madonna dominando a canção. Curiosidade: Ela fala a palavra samba na música. Perder o controle como diz a letra da musica é fácil… fácil com uma canção dessas na balada.

RUNAWAY LOVER: Gosto muito da idéia da música, em mesclar efeitos e barulhinhos loucos, sem falar na batida gostosa e dançante da música, aqui o vocal de Madonna parece mais brando, mas logo vai se estendendo ao longo da música junto as mixagens seqüenciadas em sua voz. Vale ressaltar que as partes da musica são muito bem separadas.

I DESERVE IT: Balada suave no violão com uma letra peculiar, e toques eletrônicos que fazem lembrar sirenes, devidamente impressos na música, sem perder a linha da pegada eletrônica e folk do álbum. Dizem que o Guy (Rapaz) da música era o Guy Ritchie, recém casado com ela na época. Hoje não mais está com ela.

AMAZING: Digo que é uma das minha favoritas do álbum, torcia muito na época para se tornar um single, quase virou. Sua guitarra com distorções mesclado a uma sonoridade eletrônica, davam a musica uma identidade Rock And Roll, fato muito admirável na carreira de Madonna, visto que Rock também fica bom na voz dela.

NOBODY’S PERFECT: Soa um tanto surreal diferente, e a quem a chame de esquisita, mas como diz o titulo dela, Ninguém é perfeito. Aqui Madonna abusa de efeitos em sua voz do início ao fim, talvez para dizer que a perfeição deve ser quebrada, é uma interpretação bem pessoal que cada pessoa tem ao ouvir a canção.

DON’T TELL ME: No melhor estilo da pegada country, Madonna deixa florescer a cowgirl que há nela, como camaleônica que é. Madonna foi direto ao foco, e nos leva para um Western cheio de sabor e vitalidade. A canção é regida por uma base de violão envolvente e se deixa levar nas batidas e teclados que seriam os sons dos instrumentos de corda. “Don’t Tell Me” foi o segundo single do álbum. Madonna gravou um vídeo para a musica nos moldes da canção.

WHAT IT FEELS LIKE FOR A GIRL: Misteriosa, sensual, e parece trilha de perseguição ou trama. Madonna entra de cabeça no universo feminino e questiona o homem para tratar de compreender a mulher. Mistério ou não, a canção ganhou uma versão em Espanhol traduzida em “Lo Que Siente Una Mujer”, versão está que entrou no setlist da turnê “Drowned Wolrd Tour 2001” a turnê que trazia uma Madonna totalmente reinventada e 7 anos longe dos palcos. “What It Feels Like For a Girl” foi o terceiro single de “Music”.

PARADISE (NOT FOR ME): Parece que te envolve em outra dimensão, seria essa o paraíso? Como bem diz o título. Não para mim. Aqui vemos uma Madonna alternativa que está envolta ao um caminho de viagens, uma viajante em terras desconhecidas, e que uma hora encontra a sua passagem para o mundo. Tanto uma viajante que ela se arrisca em algumas estrofes em francês, para dar um toque refinado a música. É um resultado curioso, em que se ouvido mais vezes, te leva a imaginar muita coisa, coisa boa.

GONE: Clássica balada, que fala de amor, caminhos, mas totalmente bem inserida num álbum. Tem sonoridade acústica e é intercalada por efeitos eletrônicos ligando com a proposta eletrônica do álbum, não deixa cair a peteca e encerra o álbum chave de ouro. É um tanto que questionadora no trecho que diz: “Nada é igual a Nada” e “Ficar insensível, perder minha fé, eu terei ido embora antes disso acontecer”.

AMERICAN PIE: Está faixa só está presente no lançamento de “Music” em alguns países, dizem que Madonna não queria ela para não destoar o álbum, mas, a Warner colocou a faixa assim mesmo, eu agradeço, pode até não ter conexão com o álbum, mas é uma regravação contemporânea de “Don McLean” e bem trilhada por Madonna que deu uma nova roupagem ao hino do dia que o mundo morreu.

*Opiniões expressas aqui são totalmente de cunho e interpretação pessoal, podendo você concordar ou não. Apenas uma visão pessoal.

Upgrade! Vamos celebrar os 10 anos do álbum no Twitter.

Qualquer menção ao álbum no Twitter, usem a tag #MadonnaMusic10Years

Especial Por Roberto Sena

3 Responses to TIRANDO O MOFO: MADONNA – MUSIC [2000]

  1. Pingback: Tweets that mention TIRANDO O MOFO: MADONNA – MUSIC [2000] « -- Topsy.com

  2. Alexandre Tex disse:

    Muito bom, apesar de que o Music é um dos albuns que eu menos gosto. Concordo com uma frase dita pela Veja na época: “a vaqueira é quente, mas o álbum é frio”.

  3. Erick jean disse:

    Eu amo “What It Feels Like For a Girl” é perfeita!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: